presidente do CSA, Rafael Tenório, descartou na tarde desta quarta-feira (20) a possível saída do técnico Marcelo Cabo do clube azulino. Após especulações de que o treinador estaria negociando para assumir a Chapecoense, o mandatário disse em entrevista ao repórter Warner Oliveira, da Rádio Gazeta, que não recebeu nenhuma proposta oficial do clube catarinense e lembrou que o Azulão tem contrato com o técnico até o fim de 2019.

“Nós não temos nenhuma proposta oficial da Chapecoense. Apenas um empresário falando em nome do clube se havia a possibilidade da liberação do Cabo e de sua comissão técnica. Mas,  nós não temos nada oficial. Além disso, o Cabo tem contrato conosco, está muito bem no CSA e em Maceió”, afirmou.

Na mesma entrevista, o presidente do CSA chamou a saída de Marcelo Cabo do clube do Mutange de “fake news para desestabilizar o ambiente”.

“Nós já conversamos com o Cabo, está tudo tranquilo, ele continua com a gente, treinando o time e o foco é o Campeonato Alagoano e a Copa do Nordeste. Portanto, eu acredito que essa história seja para desestabilizar a harmonia que existe dentro no clube, principalmente agora que estamos chegando em uma reta final do Estadual”, expôs o presidente do Azulão.

Alguns torcedores azulinos chegaram a pedir a saída de Marcelo Cabo nas redes sociais

FOTO: AILTON CRUZ

Apesar de estar nas semifinais do Alagoano,  muitos torcedores azulinos questionam o desempenho apresentado pelo CSA em campo, nesta temporada e, chegaram a pedir a troca do comando técnico. Rafael Tenório criticou a postura da torcida e garantiu a permanência do treinador até o final de seu contrato.

“A gente tem um projeto e o Cabo vai continuar conosco. Nós entendemos, inclusive, alguns falsos azulinos falando nas redes sociais ‘fora Cabo’, mas quero deixar bem claro que enquanto for presidente do CSA, o Cabo tem um compromisso comigo, com o CSA e com o presidente Raimundo Tavares, até o dia 30 de dezembro de 2019. Então ele vai continuar como técnico, independente de qualquer resultado e proposta que surja”, concluiu.

O nome de Marcelo Cabo começou a ser especulado na Chapecoense nessa terça-feira (20) e ganhou maior repercussão na manhã desta quarta. Sem técnico desde a demissão de Claudinei Oliveira, após a derrota por 2×1 para o Joinville, pelo Campeonato Catarinense, no último domingo, a Chape analisa com cautela um substituto para a sequência do Estadual e para a Série A do Brasileirão. Por enquanto, o time está sendo comandado pelo auxiliar permanente Emerson Cris.

 

Por Isaac Simões | Portal Gazetaweb.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here