Antônia Fontenelle, 46, usou suas redes sociais nesta quarta-feira (10) para contar a seus seguidores algo que ela esperava muito: a vitória sobre a herança de seu ex-marido, o ator e diretor Marcos Paulo, que ela lutava há 7 anos na Justiça.

Depois deste tempo, a atriz ganhou na Justiça o processo que movia contra as três filhas de seu ex-marido, que faleceu em 2012. Aos prantos, a apresentadora usou seus Stories no Instagram para contar que havia ganhado parte da herança do ex-marido e que aquilo significava uma “vitória moral” para ela.

“Meu advogado me liga para dizer que, finalmente, depois de 7 anos de muito esculacho, a Justiça me deu ganho de causa. É um ganho moral. É uma vitória moral”, contou Fontenelle, enquanto estava em um carro em Nova York (Estados Unidos), acompanhada de uma amiga.

“3 a zero como sempre foi, como sempre foi. Eu sempre fui reconhecida por unanimidade e dessa vez não poderia ser diferente. Estou a 3 ruas do meu apartamento em Manhattan, que eu furei sola de sapato para comprar com meu marido e venderam”, desabafou a atriz.Aproveitando o espaço para ser ouvida em uma situação tão importante de sua vida, Antônia Fontenelle deixou um recado para todas as mulheres brasileiras, dizendo para que elas nunca deixem suas vozes serem caladas e nem abaixem a cabeça para ninguém e nenhuma situação.

“Eu queria dizer para as mulheres desse país que não desistam dos direitos de vocês, nunca deixem ninguém esculachar vocês, nunca abaixem a cabeça pra ninguém. O Brasil tem Justiça, sim. Grite, contra fatos não há argumentos. Há sete anos eu estava sendo humilhada, esculachada, menosprezada”, completou, agradecendo a ajuda que recebeu de todos os seus advogados e dos desembargadores que cuidaram do caso.

Se referindo ao apartamento que os dois tinham na ilha, Antônia Fontenelle agradeceu a Deus pela vitória que teve no processo e disse que receber aquela notícia naquela cidade não foi por acaso. “Pra estar nesse lugar, que traz sempre lembranças, tínhamos planos de fazer filmes aqui… Receber a notícia aqui. Tem o dedo de Deus! Respeite minha história!”, finalizou.

ENTENDA A HISTÓRIA

Desde a morte do ator e diretor, em 2012, Antonia briga na justiça com as enteadas Vanessa (filha de Tina Serina), Mariana (filha de Renata Sorrah) e Giulia (filha de Flávia Alessandra) para receber parte da herança deixada pelo ex-marido.

Em outubro de 2013, uma sentença chegou a excluir Antônia da partilha dos bens, mas logo em seguida, em novembro, ela voltou ao páreo, depois de recorrer a decisão da Justiça.

Em agosto de 2017, Fontenelle tinha tido seu direito à parte da herança, atualmente estimada em R$ 30 milhões, reconhecido pela Justiça, mas as filhas do ator recorreram.

Já em junho de 2018, a atriz e ex-mulher de Marcos Paulo foi excluída da partilha, por decisão da ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Maria Isabel Gallotti, que não queriam reconhecer a madrasta como herdeira. Antônia recorreu da decisão e afirmou sofrer perseguição, por parte das filhas de Marcos Paulo.

“Me sinto perseguida por mulheres e é uma sensação tão ruim. Mas eu ainda acredito na justiça, continuo acreditando e agora é minha hora de recorrer. Tenho certeza que nem todos pensam como a senhora, ministra Isabel Gallotti”.

(FOLHAPRESS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here