O jornalista Roberto Cabrini vai estrear no Domingo Espetacular (Record) neste domingo (29) com uma grande reportagem na qual vai até a cadeia conversar com um homem acusado de matar a advogada Tatiane Spitzner, em 2018, no Paraná.

Em seu primeiro trabalho no programa, ele apresenta uma investigação com entrevistas e revelações inéditas sobre o caso, cuja morte se transformou numa das acusações de feminicídio mais comentadas do país.

Cabrini entrevistará o marido, Luis Felipe Manvailer, acusado de atirar a jovem pela sacada, na Penitenciária Industrial de Guarapuava (PR), prisão onde aguarda o julgamento marcado para 3 de dezembro, ele conta pela primeira vez a sua versão sobre o que ocorreu naquele dia.

O jornalista também entrará no apartamento onde tudo aconteceu e vai refazer o passo a passo do que teria acontecido na noite em que a jovem morreu.

Além do homicídio com quatro qualificações (meio cruel, dificultar defesa da vítima, motivo fútil e feminicídio), cuja pena varia de entre 12 a 30 anos de prisão, ele também responderá por fraude processual por ter tentado mudar o local do crime, que pode levar a até dois anos de reclusão, e por cárcere privado, por impedir que a vítima fugisse, com pena de até cinco anos. Manvailer está preso desde o dia 22 de julho de 2018.

Esta não é a primeira passagem do jornalista pela Record. Ele já foi apresentador do Repórter Record em 2009. Em setembro, Cabrini disse ao F5 que estava tranquilo com relação a sua saída do SBT. “Foi consensual”, afirmou. “[Estou] muito feliz o que que vem por aí.”

Por Folhapress \ NOTÍCIAS AO MINUTO

FOTO: © Divulgação \ Fama Televisão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here