segunda-feira, junho 24, 2019
Início Maceió Funcionários denunciam superlotação e ausência de medicamentos na Santa Mônica

Funcionários denunciam superlotação e ausência de medicamentos na Santa Mônica

13
0
Uma denúncia encaminhada ao Ministério Público Estadual (MPE) e ao Conselho Regional de Enfermagem (Coren) relata a situação de superlotação dentro da Maternidade Santa Mônica e ausência de medicamentos para realizar o atendimento das pacientes que chegam à unidade em trabalho de parto.

Essa situação, segundo a denúncia apresentada funcionários que não quiseram se identificar, vem ocorrendo há mais de um mês e prejudica o funcionamento da maternidade. Em vídeos enviados ao CadaMinuto nesta terça-feira (21), os profissionais mostram pacientes aguardando atendimento deitadas no chão, outras já em fase de internação sentadas nas cadeiras.

“A situação está bastante preocupante, pois nós como profissionais da unidade estamos ficamos doentes de conviver com cenas como essa, pois além de ser uma sobrecarga física acaba sendo emocional também”, colocou o profissional.

Além da superlotação, os pacientes ainda estão enfrentando a ausência de medicamentos e insumos para a realização de alguns procedimentos básicos, como sabão para lavar as mãos, álcool 70%, papel toalha, remédio para controlar pressão, remédio para dor e outros.

“Não tem profissional suficiente para fazer o acolhimento das pacientes, o atendimento e assistência às gestantes e recém-nascidos”, apresenta a denúncia.

Em contato com a assessoria de comunicação da Santa Mônica, a reportagem foi informada que o hospital vai se posicionar em breve por meio de nota.

CADA MINUTO
FOTO GOOGLE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here