CSA entra em campo, na noite desta segunda-feira (27), contra um adversário direto que deverá lutar na segunda parte da tabela do Brasileirão: o Goiás, às 20 horas, no Estádio Rei Pelé. O duelo é válido pela 6ª rodada da competição, que foi aberta nesse sábado (25). Para o Azulão, conseguir a primeira vitória na Série A é fundamental, objetivo que ainda não conquistou na competição. Nos cinco jogos, foram três empates e duas derrotas azulinas.

Mas vale lembrar que o time comandado pelo técnico Marcelo Cabo colocará em xeque neste duelo uma invencibilidade dentro do Rei Pelé, seu mando de campo, que já dura 12 partidas na temporada: são sete vitórias e cinco empates dentro do Trapichão, com um aproveitamento de 72,22%. Além disso, o setor defensivo azulino sofreu apenas cinco gols e ficou sete jogos sem ser vazado.

Quanto ao Goiás, não fica atrás como visitante, pois tem demonstrado ser um adversário chato jogando longe de Goiânia nesta temporada. Isso porque o clube alviverde venceu oito dos 12 jogos disputados na casa do adversário, tendo um aproveitamento de 69,44%. E na Série A, o Esmeraldino possui três vitórias e duas derrotas.

O Azulão

Para o jogo desta noite, o CSA de Marcelo Cabo deverá ir a campo com um time bem ofensivo, claro, pois precisa, mais do que nunca, ir em busca dos gols e da primeira vitória na Série A.

Assim, Marcelo Cabo deverá escalar a equipe azulina com: Jordi; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton, Didira e Madson (Maranhão); Matheus Sávio e Patrick Fabiano.

O Goiás está bem neste Brasileirão. A vitória sobre o Botafogo, na última rodada, por 1 a 0, fez a equipe chegar aos nove pontos e subir para a primeira parte da tabela.

Para o duelo desta segunda, o técnico Claudinei Oliveira terá duas mudanças forçadas: Yago Felipe na vaga do volante Léo Sena, que está lesionado; e no ataque Kayke será o substituto de Júnior Brandão, suspenso por três cartões amarelos.

Desta forma, o Esmeraldino deverá entrar em campo com a seguinte formação: Tadeu; Daniel Guedes, Yago, David e Jefferson; Geovane, Yago Felipe e Giovanni Augusto; Michael, Kayke e Barcia.

A partida será comandada por uma mulher: a paranaense Edina Alves Batista (CBF), que representará a volta da arbitragem feminina ao comando de um jogo da Série A, após 14 anos. O último foi em 2005, quando Fortaleza x Paysandu teve no apito Silvia Regina, e que neste jogo de hoje será a supervisora de protocolo do árbitro de vídeo (VAR), no Rei Pelé.

Edina Alves terá como assistentes Emerson Augusto de Carvalho (CBF-SP) e Neuza Inês Back (CBF-SC). Já o quarto árbitro será o alagoano Denis da Silva Ribeiro Serafim.

GAZETAWEB.COM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here