Depois de tropeçar duas vezes no Estádio Rei Pelé (derrota para o Londrina e empate com o Vila Nova), o CRB terá a missão de recuperar alguns dos pontos jogando longe de Maceió. Isso, já no embate contra São Bento, em Sorocaba, interior de São Paulo, no Estádio Walter Ribeiro, às 20h30, desta sexta-feira (31), pela 6ª rodada da Série B. A Gazetaweb transmitirá todos os lances da partida em Tempo Real.

“A gente tem que analisar o São Bento, uma equipe que cresceu na competição depois do último jogo que venceu o Vitória fora de casa. A gente sabe que vai ser um jogo difícil em Sorocaba. A ideia nossa é de jogar em busca dos três pontos, de forma organizada na fase defensiva e apostando no nosso jogo”, falou o técnico Marcelo Chamusca, depois 1×1 com o Vila Nova.

Apesar de a primeira vitória regatiana nesta Série B ter acontecido fora de casa, 2×0 sobre o Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul, bater o time paulista é fundamental para o objetivo do Galo, que é alcançar o G4. Depois de bater o Coritiba, por 1×0, o CRB ficou na sexta posição, ou seja, batendo à porta do bloco dos quatro primeiros colocados. No entanto, o gol do ex-regatiano Diego Jussani, para o Vila, jogou uma ducha de água fria nas pretensões de chegar ao topo na rodada anterior da Segundona.

Para que a “lei do ex” não se repita, os Alvirrubros terão que ficar atentos contra o São Bento. É que o adversário conta com três jogadores que já vestiram a camisa vermelha e branca do Galo: o zagueiro Guilherme Mattis, o lateral direito Edson Ratinho e o volante Feijão. Além deles, liderando a comissão técnica, está o treinador Doriva, que comandou o clube alagoano em 14 jogos na temporada 2018.

Destes, Ratinho que tem uma identificação maior com a torcida do Galo. Com a camisa regatiana, o “menino rato” disputou 93 partidas entre 2017 e 2018, marcou cinco gols e conquistou um título do Campeonato Alagoano. Ano passado, Feijão foi protagonista de uma confusão com torcedores no CT Ninho do Galo, sendo o atleta, inclusive, agredido com um soco. Já o defensor Mattis estava no CRB neste ano e pediu desligamento do clube há 16 dias, alegando problemas pessoais e, logo depois de sair de Alagoas, acertou com o São Bento.

O GALO DE OLHO NO G4

No mais estilo Regatas, o CRB quer remar novamente em busca da zona de classificação. Na 9ª posição, com sete pontos, o Galo precisará vencer e torcer contra Ponte Preta, Cuiabá, Atlético-GO, Coritiba e Londrina. Com nove pontos, o Sport já jogou na rodada e perdeu para o Operário-PR, por 2×1. Deste modo, a 4ª posição do Leão está ameaçada não apenas pelo Galo, como também pelos times citados acima.

Para o confronto, Marcelo Chamusca não poderá contar com duas peças, até então, fundamentais para o esquema adotado pelo comandante. Lesionados, os volantes Claudinei e Dirceu Lucas não viajaram com o grupo. O zagueiro Wellington Carvalho se recupera de lesão e não foi para São Paulo. A ausência do atacante Zé Carlos foi por opção técnica, já que Chamusca não conta mais com o centroavante para a Segundona.

“Nossa meta é encerrar essa primeira etapa do campeonato antes da parada [Copa América] próximo do G4 ou até dentro dele. O São Bento vem de duas vitórias seguidas e em recuperação na Série B. Eles chegam, assim como nossa equipe, muito motivados para essa partida. Vamos em busca de pontos como visitantes, sem nenhuma dúvida. A ideia de todos é sair desta rodada somando pontos”, disse o volante Ferrugem, titular absoluto com Chamusca.

Durante a semana de treinos no CT, o técnico estudou fazer uma dobra na lateral esquerda regatiana, com Igor e Bryan. Deste modo, se confirmado, o atacante Willie, autor do gol contra o Vila, deverá esquentar o banco de reservas.

Em Sorocaba, Chamusca deverá mandar a campo Edson Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson Henrique e Igor; Mateus Silva, Ferrugem, Bryan e Felipe Ferreira; Alisson Farias e Léo Ceará.

BENTÃO QUERENDO SEQUÊNCIA

Com os mesmos sete pontos, o São Bento aparece logo atrás do CRB na tabela de classificação da Série B, na 10ª colocação. Sem vencer nas duas primeiras rodadas, o time paulista chega para encarar o Galo com uma boa sequência positiva na competição. Já são duas vitórias consecutivas, a última sendo por 1×0 sobre o Oeste, no Walter Ribeiro.

“Na Série B nós conseguimos ouvir os planos de Doriva e colocamos em prática, a cara do time mudou. Entramos com mais força e até parece que temos mais vontade, mesmo que vontade nunca tenha faltado”, ressaltou o titular da lateral-esquerda, Guilherme Romão.

Para reforçar a equipe, a diretoria contratou para o meio de campo da equipe o experiente Vinícius Kiss, de 30 anos, que chega por empréstimo junto ao São Caetano. Inclusive, o atleta está regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e poderá entrar no decorrer da partida desta sexta.

Em casa, o técnico Doriva deverá mandar a campo a mesma equipe que bateu o Oeste, com exceção do estreante Fabrício Oya, que entrou no segundo tempo e marcou o gol da vitória. Deste modo, a provável escalação terá Paulo Vitor; Bruno Moura, Wesley, Elton e Guilherme Romão; Fábio Bahia, Fabrício Oya, Paulinho; Régis, Minho e Zé Roberto.

ARBITRAGEM

O duelo pela Série B do Brasileiro terá um cearense no apito: Leo Simão Holanda. Ele será auxiliado por Nailton Junior de Sousa Oliveira e por Jailson Albano da Silva, ambos também do Ceará. E o quarto árbitro será Rodrigo Gomes Paes Domingues (SP).

GAZETAWEB.COM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here