Um homem identificado como Ronaldo Adriano da Silva, de 30 anos, foi preso suspeito de atear fogo em dois veículos no bairro da Gruta de Lourdes, na madrugada dessa terça-feira (12). Na ocasião, um salão de beleza também foi atingido pelo fogo e ficou destruído.

Segundo o delegado Vinícius Ferrari, o suspeito é morador de rua e teria cometido o crime por vingança, após ser impedido de roubar o salão de beleza meses atrás. Ele confessou ter jogado um papelão pegando fogo dentro do veículo.

“Ele teria tentado roubar o salão há alguns meses e foi impedido pelo proprietário. Então, como vingança, resolveu colocar fogo nos carros”, disse o delegado.

Um vigilante noturno viu o momento em que o homem ateou fogo no veículo. O suspeito foi detido no bairro do Jacintinho, depois que o vigilante procurou a Polícia Militar (PM) e denunciou o paradeiro dele.

“O vigilante viu o momento em que Ronaldo ateou fogo no veículo. Ele era conhecido na região porque vivia por ali. O vigilante passou o dia procurando por ele e, no fim do dia, conseguiu localizar e avisou à polícia”, disse Ferrari.

O suspeito confessou o crime, foi preso e se encontra na Central de Flagrantes I, no bairro do Farol. De lá, deve passar pela audiência de custódia nesta quarta-feira (14). “Eu não acredito que ele saia da audiência de custódia, porque ele já foi preso outras vezes por furto e roubo, mas, na audiência, tudo pode acontecer”, assinalou o delegado.

GAZETAWEB.COM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here