Todos nós sabemos a importância de praticar exercício físico regularmente para a saúde do corpo e da mente. No entanto, nem sempre o fazemos. Na maioria das vezes possuímos várias justificativas diferentes para continuarmos no sedentarismo. Para acabar de uma vez com elas, separamos abaixo 7 soluções para as desculpas mais comuns usadas por nós:

1. Falta de tempo

Essa é uma das justificativas mais comuns, e é compreensível, quando levamos em consideração a loucura da vida cotidiana. Se esse for o seu obstáculo, considere o seguinte: se não arrumar tempo para si mesmo, não vai conseguir dar o seu melhor para aqueles que dependem de você. Talvez consiga arrumar mais tempo para exercitar-se ao compreender que é algo que está fazendo para as pessoas que contam com você. E então, logo vai perceber o quanto gosta de se exercitar regularmente.

Tudo o que precisa fazer é aproveitar cada oportunidade de exercício que aparece, como usar as escadas, se alongar e andar pelo escritório para discutir questões de trabalho com um colega (em vez de ligar ou mandar e-mails), estacionar mais longe do seu destino, descer do ônibus mais longe se sua casa e assim por diante.

2. Falta de apoio

Se sua família e amigos não se exercitam, pode ser difícil encontrar motivação para começar. A solução: ache um companheiro de exercício. Veja se consegue fazer com que seu parceiro ou outro membro de sua família se inscreva em alguma atividade com você ou o acompanhe em caminhada regular à noite. Reservar 20 minutos pela manhã ou à noite para andar de bicicleta, nadar ou caminhar com familiares vai contribuir para o bem-estar de todos e aproximá-los como família.

Nenhum candidato? Sem problema. Convoque um vizinho ou amigo para começar um novo hábito ativo com você. Se não conseguir, procure podcasts em aplicativos para se distrair durante o exercícios.

3. Falta de energia

Há uma solução fácil para isso, pois nada dá mais energia do que o exercício. Surpreso? Vários estudos já documentaram esse fenômeno. No momento em que você começa a fazer esforço, sua energia e força aumentam. Esses benefícios se estendem à sua vida cotidiana, seja carregando sacolas de compras ou limpando a casa.

Mas se um nível de energia baixo o está impedindo até de começar, agende o exercício para uma hora do dia que você sente que tem mais energia e cumpra como se fosse qualquer outro compromisso importante.

4. Ausência de motivação

Se você nunca foi do tipo que faz atividade física, isso pode ser um problema. Por que ficar todo suado e sem fôlego? É difícil convencer-se dos benefícios quando você ainda não conseguiu experimentá-los. Aqui vai um truque: por uma semana, coloque seu tênis e caminhe. Diga a si mesmo que vai caminhar por apenas 10 minutos. Se só conseguir isso, não tem problema. Mas é provável que, uma vez começando, você continue.

Precisa de mais motivação? Converse com seu médico sobre que tipo de exercício seria necessário para reduzir ou eliminar a medicação que você toma para pressão ou colesterol altos, por exemplo.

5. Medo de lesões

Essa é uma preocupação legítima. Você não vai querer sair disparado, exagerar e ficar de cama por uma semana. Mas a maioria dos relatos de lesões resulta de síndrome do guerreiro de fim de semana: depois de anos de inatividade, a pessoa se atira em partidas de futebol seguidas e distende um músculo ou se machuca. Mas, se começar aos poucos, não há motivo para se preocupar, em especial se a modalidade de exercício escolhida for moderada, como uma caminhada.

Sempre que estiver planejando um treino mais vigoroso, gaste alguns minutos de aquecimento com uma versão mais fácil da atividade. E procure orientação profissional para começar exercícios mais complexos, como a musculação.

6. Ausência de habilidade

Se praticar atividades simples como caminhada, natação ou bicicleta, você não vai precisar se preocupar com habilidade. Provavelmente você as pratica desde criança. Mas, se estiver procurando acrescentar variedade aos seus exercícios tentando um esporte novo ou uma filosofia como ioga, faça aulas ou contrate um personal trainer que lhe possa ensinar as técnicas apropriadas. O investimento vai valer a pena se você encontrar um esporte que o manterá empolgado com o exercício físico.

7. Falta de recursos

Adotar uma rotina regular de exercícios não significa entrar para uma academia ou investir em equipamentos caros. Além de espaços para caminhar, correr ou pedalar, algumas cidades contam com academias ao ar livre para a terceira idade.

TERRA.COM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here