O deputado Marcos Barbosa utilizou suas redes sociais para solicitar um reforço nas investigações do assassinato do seu sobrinho, Eliseu Barbosa de Oliveira Filho, 47 anos, conhecido como Júnior Barbosa, que morreu no Hospital Geral do Estado (HGE) após 19 dias internado.

Barbosa afirmou que já havia cobrado do Governado Renan Filho e da Delegado Geral da Polícia apuração sobre o crime, mas ontem estendeu seu pedido ao secretário de Segurança, Alfredo Gaspar de Mendonça.”O crime deve ser apurado com rigor. Esse tipo de violência não pode ocorrer em nosso estado”, escreveu o deputado.

A Polícia Civil havia designado o delegado Leonan Pinheiro para investigar o crime.

O caso

Júnior foi vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada da véspera de Natal (24), em um bar localizado no bairro Trapiche da Barra, parte baixa de Maceió. Ele foi atingido por mais de 10 disparos de arma de fogo.

Júnior Barbosa foi acusado, em 2014, de integrar um grupo de extermínio que enterrava as vítimas, de forma clandestina, no cemitério de São José, em Maceió.

De acordo com a assessoria de comunicação do Hospital Geral do Estado (HGE), onde ele estava internado desde o corrido, a morte de Júnior Barbosa ocorreu devido às complicações dos graves ferimentos que sofreu. Conforme o boletim médico, ele faleceu às 18h.

CADA MINUTO

FOTO: Thiago Davino – Cada Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here