k

Um homem com problemas psiquiátricos precisou ser contido pela polícia, nessa terça-feira (14), após fazer a própria companheira refém e ameaçar pacientes em um posto de saúde, no bairro Clima Bom, em Maceió. O suspeito teria usado um equipamento da sala do dentista da unidade de saúde para cometer o crime.

De acordo com o relatório da ocorrência policial, uma guarnição da Polícia Militar de Alagoas (PMAL) foi acionada pela diretora do posto Djalma Loureiro, na parte alta da capital. Ela relatou que um homem, que não teve a identidade revelada, estava ameaçando os demais usuários e que estava armado com um equipamento obtido no local.

Ao chegar à unidade de saúde, a polícia se deparou com o indivíduo, que tomou a esposa como refém e “a todo momento afirmava que era um ‘homem morto’, mas que levaria a esposa junto”, conforme consta no relatório supracitado. Os patrulheiros iniciaram um processo de negociação com o suspeito.

Após conseguirem distrair o homem, os policiais o imobilizaram e libertaram a vítima. Um dos policiais, no entanto, acabou sendo ferido na mão pelo objeto perfurocortante que o suspeito utilizava e foi encaminhado ao Hospital Helvio Auto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para encaminhar o autor do crime ao Hospital Portugal Ramalho.

GAZETAWEB.COM \ Maylson Honorato

FOTO: Reprodução