Desde o surgimento de rachaduras no bairro do Pinheiro estudos estão sendo realizados para identificar as causas do problema. Pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil estão em Maceió em uma nova etapa de análise na Lagoa Mundaú. A Defesa Civil de Maceió acompanha os trabalhos e mantém moradores informados sobre novos dados.

O bairro recebe ações integradas da Prefeitura de Maceió, que declarou situação de emergência no final de 2018 e foi reconhecida pelo Governo Federal. O prefeito Rui Palmeira afirma que o Município está acompanhando a situação de perto e que todas as providências necessárias estão sendo providenciadas pelas secretarias.

“Apesar de não ter ainda um diagnóstico da situação do Pinheiro, pedimos que os moradores mantenham a calma e sigam as orientações da Defesa Civil, que está muito presente e próxima aos moradores”, recomenda o gestor.

Rui também pontua alguns trabalhos realizados de atendimento aos moradores e a busca por solução do problema do bairro.  “Temos especialistas trabalhando, criamos no ano passado o Núcleo Comunitário de Defesa Civil para que os moradores repassem informações e também sejam atualizados com o andamento dos estudos, fizemos o cadastro das famílias que vão receber ajuda humanitária e agora psicólogos e assistentes sociais vão acompanhar as famílias. O estudo deve ser concluído em março e esperamos  saber o que realmente podemos fazer para resolver essa situação”, esclareceu o gestor.

A Prefeitura de Maceió disponibilizou uma página no site com as informações atualizadas sobre as ações da Defesa Civil. A população pode acessar por meio do endereço http://www.maceio.al.gov.br/defesacivil/. O contato com órgão pode ser feito pelonúmero 0800 030 6205.

TNH1.COM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here