A Fifa multou, nesta terça-feira, o Manchester City em 370 mil francos suíços (cerca de R$ 1,5 milhão) por ter infringido o regulamento sobre transferências de jogadores menores de 18 anos de idade.

Atual campeão inglês, o time liderado pelo técnico Josep Guardiola correu o risco de ser proibido de fazer mais contratações, mas a Comissão Disciplinar da Fifa afirmou que levou “em conta que o Manchester City FC assumiu sua responsabilidade”. Em março, o Chelsea, também da Inglaterra, foi proibido de contratar jogadores por dois anos.

A entidade que dirige o futebol mundial revelou em um comunicado que o time inglês infringiu, “entre outros”, o artigo 19 do Regulamento sobre o Estatuto e a Transferência de Jogadores.

Em comunicado, a diretoria do clube inglês alegou que interpretou de forma equivocada o artigo. “O clube aceita a responsabilidade pelas infrações que foram resultado de uma má interpretação das regras em questão. Todas as infrações aconteceram antes de dezembro de 2016, quando o erro de interpretação foi registrado. Desde então, o Manchester City vem sendo totalmente correto em suas ações.”

No ano passado, a Fifa absolveu o clube inglês de qualquer irregularidade na contratação do argentino Benjamín Garré, em 2016, vindo do Vélez Sarsfield pouco depois completar 16 anos.

NOTÍCIAS AO MINUTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here