Alagoas registrou 47 acidentes elétricos em 2018. Destes, 21 pessoas morreram, sendo 20 por choque elétrico e uma morte envolvendo uma criança de sete anos em um incêndio causado por sobrecarga elétrica.

Do total de acidentes ocorridos no estado, a capital alagoana se destaca com 20 ocorrências do total geral. Nas ocorrências, foram registradas sete mortes – sendo seis por choque elétrico e uma por sobrecarga, porém destas 20 ocorrências, 13 foram incêndios originados em sobrecarga de energia, posterior curto-circuito e incêndio. É uma das maiores ocorrências em todo o Nordeste, conforme demonstra o gráfico ao lado.

Entre os dados, está o de Clara Jamilly dos Santos Silva, 7 anos, que morreu em um incêndio no Conjunto Freitas Neto, no Bairro do Benedito Bentes em agosto do ano passado. As informações iniciam dado há época foi que o incêndio teria iniciado após um curto circuito.

REGIÃO

O Nordeste, segundo dados da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), continua sendo pelo terceiro ano consecutivo, a região que mais registra casos de mortes por choques elétricos, com 42% do total. Em 2018, aconteceram 443 acidentes de origem elétrica causando a morte de 280 pessoas. Somente com choque elétrico foram 258 mortes e outras 18 pessoas perderam suas vidas em incêndio envolvendo a eletricidade.

O Sudeste ocupa a 2ª posição, com 20% do total de acidentes com mortes, seguido de perto pela região Sul, com 15%, pelo Centro-Oeste, com 12%, e pela região Norte, com 11% do total de vítimas fatais. A prática de contratar profissionais qualificados para a realização de uma instalação elétrica poderia aumentar a qualidade das instalações e torná-las mais seguras, evitando os eventos fatais, ainda tão frequentes.

DADOS

Os acidentes de origem elétrica em Alagoas diferem um pouco da estatística geral do país. Se na maioria dos estados brasileiros, as residências representam 30% das mortes por choque elétrico, no estado, a maioria acontece na área urbana (ruas, postes, avenidas) e rede aérea.

No ranking geral de mortes por choques elétricos dos estados brasileiros, Alagoas ocupa uma posição confortável, se comparados com outros estados nordestinos e a 21 posições no ranking nacional. Porém, quando comparado ao número de mortes por choque elétrico com a área do estado, Alagoas pula para 1º lugar no Nordeste como pode ser visto no gráfico.

De acordo com o Grupo Equatorial Energia em Alagoas, os acidentes envolvendo eletricidade geralmente são por conta de ligações clandestinas. “A ligação clandestina é uma das principais causas de acidente envolvendo energia elétrica devido às condições precárias das instalações (realizada sem obedecer qualquer padrão técnico) e falta de qualificação da pessoa que executa o serviço”.

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL) também avalia que as ligações sem orientação ou especialista são as que causam maiores acidentes e recomenda que quem for manusear deve chamar um técnico para realizar as instalações bem como manutenções.

Fonte: Tribuna Independente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here