Os funcionários dos Correios em Alagoas entraram em greve por tempo indeterminado, nesta quarta-feira (11), devido à proposta de privatização da estatal colocada pelo governo federal. As agências em toda capital amanheceram os adesivos comunicando a paralisação.

O Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Alagoas argumenta que foram realizadas diversas tentativas de acordo, mas a empresa não entrou em um acordo comum, como havia ajustado com o Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Os trabalhadores estiveram reunidos em assembleia nesta terça-feira, onde discutiram também a manutenção dos direitos conquistados no acordo coletivo da categoria. Os trabalhadores querem um reajuste maior que os 0,8% propostos pela empresa e questionam, sobretudo, o fim da possibilidade de adicionar pais como dependentes no plano de saúde.

O indicativo de greve veio depois que os Correios rejeitaram na última sexta-feira 30 uma proposta do Tribunal Superior do Trabalho que sugeria prorrogar por mais 30 dias o acordo coletivo com os funcionários, que manteria as condições anteriores.

A paralisação ocorre a nível nacional.

CADA MINUTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here