O Conselho de Sentença do 2º Tribunal do Júri de Maceió condenou J. M. L. M. a 16 anos e seis meses de reclusão pelo feminicídio praticado contra a esposa, J.S.O

Os jurados reconheceram a autoria do crime e negaram a absolvição do réu. O júri popular, conduzido pela juíza Luana Cavalcante de Freitas, ocorreu no último dia 26, no Fórum da Capital.

De acordo com a magistrada, José Mizael agiu com frieza emocional e extrema violência, “haja vista que, antes de ceifar a vida da vítima, o réu a espancou e, após vê-la caída ao solo, agiu de modo a levá-la à morte, com diversas facadas”.

A juíza afirmou na sentença que a comoção causada pelo crime foi grande na comunidade onde a vítima vivia. “Os familiares da vítima sofreram abalo imensurável”, disse a magistrada.

O crime ocorreu em 25 de outubro de 2018, no bairro do Jacintinho, em Maceió. Segundo relatos de testemunhas, que constam na denúncia, as discussões entre réu e vítima eram constantes.

GAZETAWEB.COM \ Greyce Bernardino, com Assessoria

FOTO: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here