k

O CSA está na zona de rebaixamento. Momento crítico. A sequência de jogos sem vitória na Série B fez o Azulão despencar na tabela. Com 15 pontos, o time terminou a 15ª rodada em 17º colocado. O aproveitamento na competição é de 33,3%, com apenas duas vitórias.

A última vitória do CSA na Série B foi em 28 de maio contra o Novorizontino, por 2×1, no Rei Pelé. De lá pra cá, o time empatou com o CRB, Chapecoense, Guarani e Grêmio; perdeu para Tombense e Sampaio Corrêa. Dos 18 pontos disputados, o time conquistou quatro. A direção já confirmou que vai reforçar o elenco. Fala-se em 6 peças. O técnico Alberto Valentim foi questionado sobre as ausências dos atacantes Sassá, Felipe Augusto e Dalberto nos jogos. O treinador disse que conta com todo o grupo neste momento, evitou falar em chegadas e saídas, mas deu a entender que o elenco deve passar por mudança na abertura da janela de transferência.

“Enquanto eles tiverem treinando com o grupo, eles têm que estar prontos para nos ajudar. Ninguém está treinando separado, todos estão fazendo tudo aquilo que esses que vêm jogando com mais frequência estão fazendo, a carga de treino é igual para todos, os conceitos são trabalhados com todos e eles têm que estar prontos. Lá na frente, nós vamos ver o que pode nos ajudar, quem pode vir, quem pode sair, mas enquanto estiverem aqui treinando com o grupo principal, obedecendo todos os nossos horários, as nossas regras de treinos, eles têm que estarem prontos para nos ajudar. Hoje, nós viemos com 21 jogadores e a oportunidade no futebol é muito dinâmica, às vezes, o jogador que não está jogando hoje, pode jogar amanhã”.

Vale lembrar que a janela de transferências abre no dia 18 de julho e vai até 15 de agosto. A expectativa é de que a direção azulina entre no mercado e apresente nomes importantes para a sequência da Série B.

TRIBUNA HOJE

Foto: Assessoria