Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 19, o deputado Davi Maia (DEM) informou que realizou fiscalizações em obras de esgotamentos sanitários que estão sendo executadas na parte alta de Maceió, pela Sanama, por meio de Parceria Público-Privada (PPP).

Maia disse que ficou “estarrecido” com o que descobriu durante a visita às obras nos bairros do Tabuleiro do Martins, Benedito Bentes e Clima Bom e nos conjuntos Graciliano Ramos, Acauã, Aracauã, Salvador Lyra, Novo Jardim, Jardim Royale, Maceió I e II.

“O governador (Renan Filho), no Instagram, anunciou que Maceió teria uma cobertura de 30% em coleta de esgoto. O que é mentira. Agora anunciou que vai chegar a 70% quando as obras ficarem prontas. O que poderia ser uma verdade, mas estive in loco, hoje, e o que descobri foi uma coisa que eu já conhecia, mas não sabia como interferir. Venderam gato por lebre ao governador; porque colocaram na conta o Graciliano Ramos e o Acauã, bairros em Maceió que a Casal não cobra a água”. Davi Maia (DEM).

Davi Maia informou que estão sendo investidos cerca de R$ 188 milhões no sistema de esgotamento sanitário de Maceió.

Segundo o parlamentar, nesses locais o sistema de tratamento de água é feito por políticos ou por associações de moradores, citando como exemplo os conjuntos Graciliano Ramos e Acauã.

“E isso está impedindo que o sistema PPP Sanama seja feito. Porque o engenheiro foi muito claro: onde a Casal não opera eu não posso fazer investimento. Não irão existir os investimentos necessários enquanto a Casal não se apoderar do sistema que é publico”. Davi Maia.

É ASSIM
Por: Da Redação com Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here