A Câmara Municipal de Maceió teve sua última sessão ordinária de 2019 nesta quinta-feira (12), com pedido de Regime de Urgência para remanejar recursos R$ 91 milhões, da Prefeitura de Maceió, para a Secretaria de Saúde (SMS), de Educação (Semed) e de Ação Cultural (FMAC). Mas a votação da Lei Orçamentária Anual 2020 ficou sem espaço e será votada apenas em janeiro, por meio de convocação de sessão extraordinária.

“Em comum acordo com a liderança do Governo na Casa e com o próprio Executivo, decidimos aguardar um pouco mais a votação, esperando que a Prefeitura feche o balanço do mês de dezembro. Só assim teremos informações reais sobre a arrecadação. A votação em janeiro não irá prejudicar em nada o funcionamento dos serviços e atividades do Executivo”. Casa, Kelmann Vieira (PSDB).

É ASSIM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here