Prazer tem nome: endorfina. Responsável por ativar naturalmente as melhores sensações de humor, adrenalina e disposição no nosso corpo, a substância é uma fonte essencial para quem busca mais energia e motivação no dia a dia, melhorando também o bem-estar físico e mental. Mas como liberar a endorfina ao seu favor e de maneira correta? O negócio é “dosar” e aproveitar esse hormônio.
saiba mais

Como o amor afeta seu desempenho em exercícios físicos

A palavra endorfina vem da combinação de “endo” (interno) e “morfina” (analgésico). Em linhas gerais, essa substância é um neuro-hormônio produzido pela glândula hipófise e que é liberada pelo cérebro para a corrente sanguínea do corpo aumentando as produções de hormônios responsáveis por gerar energia e felicidade, como a adrenalina e o cortisol.

Em busca do equilíbrio

Por ser uma substância que altera bastante o estado físico e mental, há quem se torne “refém” da endorfina e busque de qualquer maneira aumentar essa produção no organismo. O ideal é, através de atividades saudáveis e reguladas, deixar que a endorfina seja um complemento natural para a sua motivação.

Algumas formas naturais para liberar a endorfina

Alimentação

Um plano alimentar equilibrado e natural é essencial para regular o organismo e deixar o corpo apto para receber os melhores nutrientes. Dentre os ingredientes mais importantes para realçar a endorfina e liberar essa substância, estão os alimentos fontes de proteína, como carnes, ovos e leites e seus derivado. Isso porque possuem boas quantidades de serotonina, outro neurotransmissor que eleva as sensações de prazer e bem-estar.

Exercícios físicos

É a forma mais natural de estimular a endorfina no organismo. Quando praticamos alguma atividade esportiva, o cérebro eleva as funções e libera mais neurotransmissores para a corrente sanguínea. Com isso, todos os hormônios relacionados às sensações de prazer, como a endorfina, a serotonina, a dopamina e a ocitocina. Com isso, eles são potencializados no momento do exercício, trazendo prazer e motivação para superar os limites.

Socialização

As práticas sociais e atividades em grupo também refletem e muito na produção de endorfina em nosso organismo. Além de observar pontos diferentes da vida, as companhias ajudam a relaxar a mente, ampliar o conhecimento e gerar motivação.

Pensamentos positivos

Quando passamos a encarar os problemas da vida de forma positiva, bem-humorada, essa substância cresce no organismo, trazendo naturalmente a paz interior, combatendo a ansiedade e a depressão.

Estadão
FOTO GOOGLE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here